Fazer um orçamento familiar é o que separa famílias preocupadas e inseguras em relação ao dinheiro daquelas que vivem uma vida livre, sem preocupações e sem limitações financeiras.

Se você ler um dos melhores estudos feitos sobre a riqueza até hoje, publicada no livro chamado “O milionário mora ao lado”, você vai perceber que mais de 80% das famílias que conseguem acumular grandes quantias de dinheiro e viver uma vida financeira estável fazem orçamento familiar.

Os outros 20% não fazem porque tiveram suas riquezas herdadas ou porque ganham dinheiro tanto que não conseguem gastar tudo num único mês.

Portanto, se você quer que suas finanças fiquem mais equilibradas, sem altos e baixos todos os meses, e ainda ter uma sobra para investir nos seus sonhos, então você precisa planejar o seu orçamento familiar.

Não vou mentir e dizer que fazer isso todos os meses, com a rotina agitada que todos nós temos, é fácil. Digo só que é tão possível, quanto necessário.

E para tornar essa prática menos trabalhosa, vale a pena entender o que é esse tal orçamento familiar e qual a importância que ele tem para depois saber como fazer ele.

Assim, é possível que algumas objeções suas sejam desfeitas e você consiga engatar nessa prática com um sorriso no rosto e com a mente tranquila.


O que é orçamento familiar?

O orçamento familiar é o ato de você planejar suas entradas e saídas dentro de um determinado período, que geralmente é um mês ou um ano.

Você define como vai ser a dinâmica das suas finanças antes mesmo de ter recebido qualquer dinheiro.

Quanto vai receber e de qual fonte. Quanto vai gastar em cada um dos gastos que sua família tem ao longo do mês.

É como se você estabelecesse limites às suas despesas, mas não com a intenção de limitar seu consumo, e sim de dar um norte para você manter suas finanças familiares equilibradas e sem gastar mais do que pode.

Faz sentido?

Agora, deixa eu te tranquilizar de uma coisa, se você ainda não faz seu orçamento, não se preocupe em acertar de primeira. Nem sempre isso é possível e você não deve se culpar por isso.

O importante é você começar e ir melhorando um mês depois do outro.

Como um corredor que quer fazer uma maratona e precisa começar correndo 1km para depois correr 2km e assim até chegar nos 42km.

Vou te dar mais detalhes sobre como fazer seu orçamento familiar aqui adiante…


Qual a importância do orçamento familiar?

A maior importância que o orçamento familiar pode ter é a de mostrar para você e para a sua família como vai estar a situação financeira de vocês ao longo do próximo mês ou ano com antecedência.

Vamos supor que vocês orçaram o mês que vem e perceberam que vão ter uma despesa maior do que vinha sendo e que o dinheiro que vocês geralmente recebem não vai ser suficiente, e que é possível que fiquem no vermelho a partir do dia 18.

O mês ainda nem começou, mas você percebe que vocês têm pelo menos 18 dias para encontrarem um caminho para não deixar o dinheiro acabar na conta de vocês?

Podem negociar de pagar uma conta mais para frente, podem recorrer à algum dinheiro que tenham na reserva de segurança, podem buscar uma renda extra para completar o que falta, em últimos casos, podem recorrer à um empréstimo, sem entrar no cheque especial e pagar juros desnecessariamente.

Percebe que assim você para de ficar apagando incêndios e começa a fazer as coisas com muito mais calma, de forma planejada e com tempo para encontrar um caminho?

Quanto isso pode eliminar estresse e preocupações financeiras, trazendo mais paz para o seu dia-a-dia?

Além desse benefício fantástico, um bom orçamento familiar ainda pode:

  • Permitir que você use seu dinheiro sem culpa em coisas que você considera supérfluas, pois isso pode ser considerado no seu orçamento, se houver espaço;
  • Dar segurança para a família de como o dinheiro vai ser administrado ao longo do mês, possibilitando que qualquer um pague as contas e saiba o que fazer;
  • Garantir que a família use sua renda com equilíbrio, conseguindo pagar as contas e se divertir;
  • Ao extrapolar seu orçamento familiar para o ano todo, vocês conseguem saber quanto vão conseguir poupar ao longo de 12 meses, o que permite planejarem qual sonho vão realizar lá na frente;
  • Identificar gastos que estão consumindo uma parte maior do dinheiro de vocês, permitindo que façam algo para tentar conter essas despesas;

E mais um monte de outros benefícios que vocês vão perceber quando começarem a fazer o orçamento familiar de vocês todos os meses.


Como planejar o orçamento familiar da sua casa?

1) Façam a Fotografia Financeira da família

Para planejar o orçamento familiar, a primeira coisa que vocês devem fazer é a Fotografia Financeira, ou seja, uma lista de todas as receitas e todos os gastos que possuem.

Pode ser numa folha de papel mesmo, como esta que eu mostro aqui abaixo…

Imagem de uma folha dividida em duas partes, separando receitas de despesas, dando uma ideia de como fazer um orçamento familiar.

Listem o máximo de coisas possível e, se precisarem, podem preencher essa lista ao longo de dois ou três dias para que consigam lembrar de tudo.

Depois, é hora de atribuir um valor médio mensal para cada receita e gasto.

Façam isso em família e se ajudem para conseguirem estimar (caso ainda não tenham qualquer controle financeiro) quanto usam de dinheiro para cada coisa da lista de vocês.

Podem chutar um valor, não tem problema, desde que não seja nada muito fora da realidade de vocês.

A ideia aqui é vocês terem uma visão de como a vida financeira de vocês funciona para servir de base ao nosso orçamento familiar.


2) Definam o orçamento familiar

Com a Fotografia Financeira nas mãos, é hora de planejar o próximo mês.

Para isso, vocês só precisam definir, com base no que já conhecem das finanças de vocês, a expectativa das entradas de dinheiro e os limites para os gastos da família. Só isso!

Explico melhor com a imagem aqui abaixo…

Imagem de duas tabelas para exemplificar como fazer uma fotografia financeira, primeiro passo para construir um bom orçamento familiar.

Agora, a única coisa que vocês vão precisar fazer é acompanhar as entradas e saídas de dinheiro para saber se estão dentro do orçado ou não.

Volto a lembrar que é possível que no primeiro mês as estimativas de vocês não sejam exatas e o resultado fique um pouco diferente do que foi planejado.

E está tudo bem… isso faz parte.

Refinem os valores e façam melhor no próximo mês, e assim por diante.


Como controlar o orçamento familiar de vocês?

Para isso, você pode seguir 2 caminhos principais.

  1. Fazer um acompanhamento periódico do seu orçamento familiar; ou
  2. Usar a estratégia dos envelopes (um pouco ultrapassada, mas que ainda funciona).

Aqui em casa nós fazemos um acompanhamento semanal do nosso planejamento para ver se estamos indo no caminho do que prevíamos ou se precisamos corrigir a rota porque já gastamos de mais.

Fazemos isso por meio de uma planilha, na qual anotamos tudo o que recebemos e pagamos ao longo da semana.

Para saber se estamos no caminho certo, pegamos cada despesa orçada e dividimos em quatro. Por exemplo: se temos planejado para usar R$ 1.200,00 com mercado ao longo do mês, sabemos que por semana nós devemos gastar até R$ 300,00.

Se passamos desse limite, já temos noção de que na semana que vem teremos que frear um pouco nosso consumo no mercado se quisermos ficar dentro do planejado.

É assim que garantimos o equilíbrio das nossas contas e saúde financeira da nossa família.

Mas existe um outro jeito, que é o dos envelopes…

Ele funciona da seguinte forma: você cria um envelope (físico ou digital) para cada categoria de gastos aí da sua casa e coloca dentro de cada um deles todo o dinheiro que você tem orçado para usar ao longo do mês.

Vou dar o mesmo exemplo do mercado: se vocês planejaram usar R$ 1.200,00 com mercado, então, dentro do envelope “mercado” deve ter R$ 1.200,00.

Sempre que forem fazer compras no mercado vocês levam uma parte desse dinheiro para gastar e fazem isso até acabar. Quando acabar, vocês param de ir no mercado.

Essa estratégia pode servir caso você e sua família não tenham paciência de ficar anotando as coisas e acompanhando os gastos. Vão usando enquanto tem e, quando acabar, param de gastar.

Não sei qual jeito vai fazer mais sentido para você e para a sua família, no entanto, independente de qual seja, crie uma rotina de olhar para seu dinheiro com frequência para que ele se multiplique na sua mão.

O dinheiro é que nem uma planta, se você não dedicar tempo e carinho para cuidar do que tem, vai ficar sem.


Precisa de planilha para fazer orçamento familiar?

Uma dúvida muito frequente, e que faz muita gente não acompanhar seu dinheiro, é acreditar que para ter um orçamento familiar ou um bom controle do seu dinheiro você precisa usar uma planilha.

Eu já quero te dizer que não, você não precisa de uma planilha.

Todo o seu planejamento, bem como a sua fotografia financeira, pode ser feito numa folha de papel, num planilha ou num app. Não importa o formato, o que importa é que você faça de um jeito que seja agradável e fácil para você.

Não force algo que não se alinha com sua vontade ou com sua habilidade. Use aquela ferramenta que mais te faz sentido.

Mas sinto que preciso ser honesto contigo: se você optar por fazer seu orçamento e seu acompanhamento no papel, vai ser mais trabalhoso você analisar as informações e saber se você está indo pelo caminho certo no seu planejamento.

Numa planilha ou num app essa análise é muito mais rápida e fácil e te dá mais flexibilidade para criar cenários alternativos para o futuro.

Pense nisso quando for escolher ;D

Se você quer ter acesso à melhor planilha de orçamento familiar e gastos pessoais que existe hoje disponível, então se inscreva no Método SFF que eu te dou ela de brinde. Clique aqui para conhecer o método e saber como adquirir.


Tenha ajuda profissional para fazer seu orçamento familiar

Eu sei que algumas pessoas que vão ler este post vão conseguir entender 100% do que eu escrevi, vão colocar em prática e começar a colher resultados quase que imediatamente.

E sei, também, que para outras pessoas vai ficar faltando informação porque, mesmo que eu detalhe bem todo o processo, elas precisam de um apoio mais próximo e de informações mais mastigadas. Ou, talvez, se sintam inseguras por já terem tentado outros caminhos e ainda não deu certo.

Se você é do primeiro tipo de pessoa, então é só pegar um papel e uma caneta e começar a colocar em ação o que te ensinei.

Se você é do segundo tipo, já tentou organizar seu dinheiro e ainda não conseguiu, e quer uma ajuda para colocar seu orçamento familiar para rodar, então eu te ofereço o meu apoio por meio do Método SFF.

Esse é um treinamento focado em te oferecer, de forma objetiva e prática, uma estratégia para você administrar o dinheiro da sua família com total eficiência e equilíbrio.

Aplicando todo o conteúdo do curso, você vai parar de viver numa corda bamba financeira, vai fazer sobrar parte da tua renda todo mês e vai ter dinheiro para pagar todas as contas e ainda se divertirem em família.

Clique aqui para conhecer em detalhes todo o treinamento e aproveitar a chance de destravar suas finanças de vez!


Conclusão

Se você chegou aqui animado(a) para fazer, ou melhorar, o orçamento familiar aí da sua casa, considero que meu objetivo com este post foi concluído.

Percebeu como você não precisa ficar anotando seus gastos todos os dias para ter um bom controle financeiro e fazer sua vida ter mais segurança e equilíbrio?

Basta você e sua família criarem um planejamento e acompanharem como estão indo uma vez por semana ou, quem sabe, até uma vez a cada 15 dias.

Faça com que esse novo hábito seja o mais simples possível para que seja fácil de manter ele pelo resto da sua vida.

Pois é isso o que vai dar mais liberdade para a sua família e permitir que vocês realizem todos os seus sonhos.

Se unam, conversem e tracem objetivos juntos para que a força de vocês impulsionem os resultados que vão colher daqui para frente.

Gostou deste post sobre orçamento familiar? Deixe seu comentário aqui abaixo para eu saber sua opinião.

P.s.: se quiser aprender a ter uma vida com mais liberdade de tempo e de dinheiro, te convido a clicar aqui e assistir uma aula gratuita que preparei para você mostrando as duas principais ferramentas que eu uso hoje para viver uma vida mais próxima de quem eu amo sem me preocupar com dinheiro.

0 0 votes
Article Rating

Tá difícil fazer sobrar pelo menos um pouco da sua renda no final do mês?

Então pare de correr atrás do próprio rabo, baixe esse ebook gratuito e descubra como contornar essa situação e fazer sobrar R$ no seu bolso todo mês.

Sobre o Autor

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Que bom que você ainda está por aqui!Por conta disso, vou te oferecer um presente especial...

Quero te oferecer a possibilidade de você assistir gratuitamente a minha aula "Como Usar Menos Tempo Para Ter Mais Dinheiro No Bolso".

É a sua chance de ter mais tempo livre e mais dinheiro sobrando, que tal?

Para assistir agora, clique no botão aqui abaixo!

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x