Quando a gente fala em organização financeira sabe qual é o problema? Que ninguém nos ensina a fazer isso.

Se alguém te ensinou, então você faz parte dos 3% da população que tiveram essa sorte. Mas quem está do seu lado provavelmente não teve.

E eu também não tive.

Há quase 13 anos eu estava começando o curso de Engenharia Florestal na UFPR (Universidade Federal do Paraná).

Eu fazendo a pose de uma garça em cima de um toco. Nada a ver com organização financeira, mas tudo a ver com a minha história.

(sim, sou eu na foto… e eu não tenho muito orgulho disso)

Eu morava com meus pais e não tinha nenhuma fonte de renda (na época praticamente nem dava porque eu estudava de manhã e de tarde).

Quando eu precisava de dinheiro eu pedia pros meus pais e eles iam liberando a grana pros churrascos, pras festas, pra comprar uma roupa.

Aí, em 2008, eu comecei a trabalhar num projeto de extensão em educação ambiental e fui selecionado pra receber uma bolsa. Na época eu recebia R$ 250,00.

E foi nesse momento, que eu comecei a receber essa bolsa, que eu recebi do meu irmão (10 anos mais velho que eu) uma dica financeira que mudou minha vida.

O conselho que mudou a minha vida

Ele disse mais ou menos assim: “Queria ter começado minha previdência privada com a sua idade.

Mas o que é previdência privada? Do que ele estava falando? Eu não sabia, não perguntei e ele não me explicou.

Então fui ao banco, sentei na cadeira do gerente pra abrir minha conta universitária e perguntei: “O que é previdência privada?”.

Ele me explicou e eu resolvi começar a investir nisso, com R$ 50,00 por mês na época.

Mal sabia eu que ali eu estava iniciando, por acaso, um dos hábitos que mudariam minha vida, o de poupar.

Mas eu acabei começando minha organização financeira do meio do caminho (não do começo), e depois fui perceber que me faltavam outras coisas pra lidar realmente bem com meu dinheiro.

E é isso que eu vou mostrar pra você aqui abaixo, o caminho que você precisa seguir pra cuidar bem do seu dinheiro e poder investir nos seus sonhos, seja um intercâmbio, uma viagem de férias, a troca do carro, um filho, a sua casa própria ou começar um negócio.

Então vamos lá…


Começando sua organização financeira pessoal

A primeira coisa que você precisa entender é que tudo começa dentro da nossa cabeça.

Qualquer resultado financeiro que você tem ou que ainda vai ter começa na sua mente. O que aparece, ou seja, a quantidade de dinheiro que tem, é apenas a consequência.

Por isso é fundamental que você entenda que dinheiro é importante, em menor ou maior grau pra cada um de nós, e que exige cuidado, assim como uma árvore.

Se você plantar uma semente ou uma muda e simplesmente não adubá-la, não regá-la e não cuidar dela de verdade é muito provável que ela não se torne uma árvore.

Com o dinheiro é a mesma coisa.

Se você não olhar pra ele periodicamente, não acompanhar de onde ele tá vindo e pra onde tá indo, não cuidar pra não gastar mais do que ganha, não incrementar ele com várias fontes de renda, não souber investir parte do que recebe, você simplesmente vai ter uma vida cheia de limitações e problemas financeiros.

É isso o que você quer?

Ter que escolher qual sonho vai realizar e qual não vai?

Escolher qual viagem vai fazer no próximo ano porque as 2 que você quer não vão caber no seu orçamento?

Acredito que não, e é por isso que o primeiro passo pra você ter sucesso financeiro é fortalecer sua mente.

Como?


2 caminhos para sua organização financeira mental

Um dos caminhos pode ser vigiando seus pensamentos negativos relacionados ao dinheiro, como por exemplo, “dinheiro é sujo”, “pessoa rica é desonesta”, “dinheiro que vem fácil, vai fácil”, “dinheiro é raiz de todo o mal”, etc.

À medida que você percebe ele nos seus pensamentos você começa a se fazer as seguintes perguntas:

  • Que evidências eu tenho de que isso é (ou funciona) realmente assim?
  • Como eu sei que isso é realmente verdade?
  • Quem me falou isso?
  • Qual a fonte concreta e real que eu tenho de que isso é um fato, e não uma verdade minha (ou de quem me falou)?
  • Como seria se isso não fosse verdade?
  • Quais as outras formas de pensar nessa questão?

Responder todas elas vai fazer você questionar de várias formas diferentes se tem sentido você continuar com esse pensamento ou não.

Outro caminho é você repetir periodicamente algumas dessas frases pra você mesmo(a):

  • Eu crio minha vida. Crio a quantidade exata do meu sucesso financeiro.
  • Eu fico rico fazendo o que eu gosto.
  • Mereço ser rico porque acrescento valor à vida de muitas pessoas.
  • Eu trabalho com inteligência.
  • Eu faço o dinheiro trabalhar por mim.
  • Quanto mais dinheiro eu tenho, mais tempo eu tenho para mim mesmo(a).
  • Minha capacidade de ganhar, manter e aumentar meu dinheiro expande todos os dias.
  • Eu sou um doador generoso e um recebedor excelente.
  • Eu sempre me pago primeiro.
  • Sou um excelente gerenciador de dinheiro.

Por mais que elas não sejam verdade num primeiro momento, continue repetindo, pois assim sua mente vai aos poucos procurando os caminho pra tornar cada uma delas verdade.

É que nem dizia Goebbels quando foi ministro do Hitler:

Frase "uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade", que tem relação direta com organização financeira mental.

Pra que você não fique mentindo eternamente pra você mesmo(a), sua atenção vai começar a focar naquilo que pode tornar essas frases verdades.

É aí que a mágica acontece e que seus comportamentos começam a mudar.

Se quiser entender essa questão um pouco mais a fundo, sugiro ler um post que deixo para você neste link.

Agora, vamos para a parte prática.


Como ter organização financeira na prática

1) Acompanhe seu dinheiro

Depois de trabalhar seus pensamentos, o primeiro passo pra você cuidar bem do seu dinheiro é acompanhar de onde ele vem e pra onde ele vai.

Isso significa ter uma forma de apontar tudo o que você ganha e tudo o gasta, marcando quanto está sendo gasto com cada coisa.

Como fazer isso?

Um bloco de notas, um aplicativo de celular ou uma planilha de organização financeira.

Eu tenho uma planilha que pode te ajudar e ela é a mesma que eu uso com minha família aqui em casa.

Pra baixar ela é só clicar nesse link.

Só depois que você estiver fazendo esse acompanhamento durante uns 2 ou 3 meses é que você vai conseguir dar mais atenção ao passo 2.

Post relacionado: Esta Rotina Semanal De 20 Minutos Vai Fazer Sua Vida Financeira Decolar


2) Controle seu dinheiro

Depois que você está acompanhando é hora de começar a controlar seus gastos. Olhar pra onde seu dinheiro está indo e se perguntar: “faz sentido eu gastar o que gasto com isso?”, “como eu posso reduzir esse montante?”.

Não seja mesquinho(a) de querer cortar coisas pequenas que te dão prazer, foque primeiro onde realmente você pode conseguir grandes economias.

É isso o que vai trazer os maiores resultados na sua organização financeira.

Como dica, comece pelos serviços de telefone celular, serviços bancários (taxa de manutenção de conta, anuidade de cartão de crédito, etc.), e depois olhe para compras do dia-a-dia.

Post relacionado: Controle De Gastos: Economize Mais De R$1.000,00 Por Ano Em Menos De 2 Horas


3) Poupe seu dinheiro

Agora que você já deu dois passos importantes na sua organização financeira, e já acompanha e controla seu dinheiro, é hora de começar a poupar.

Isso mesmo, começa a guardar parte do que recebe pra poder financiar seus sonhos e já preparar sua aposentadoria.

Se você está acompanhando seu dinheiro e percebeu que sempre sobra uma grana no final do mês, comece a guardar ela numa conta separada no momento que você recebe seu dinheiro (seja mesada, salário ou etc.).

O ideal é que seja pelo menos 10% da sua renda, sendo que ótimo é 20 %.

Se não sobra nada, controle o que for possível pra fazer sobrar.

Se mesmo assim não sobrar, tá na hora de arranjar uma forma de aumentar sua renda.

Como?


Como aumentar sua renda

Vou dar aqui um passo-a-passo testado por mim e que pode funcionar pra você também.

Faça um resumo da sua rotina semanal numa folha de papel.

Depois disso, marque em quais momentos do seu dia você tem mais contato com outras pessoas.

Agora, faça uma lista com pelo menos 10 ideias de coisas que você poderia oferecer (produto ou serviço) para as pessoas que convivem contigo diariamente.

Por fim, analise cada ideia seguindo esses 3 critérios:

  1. Pra oferecer isso, o investimento que eu preciso pra começar é menor que R$ 100,00?
  2. Eu compraria isso que estou querendo vender?
  3. Esse produto ou serviço resolve um problema ou um desejo das pessoas?

Escolha aquelas ideias com SIM pra todas as perguntas e priorize aquela que tem mais relação com o dia-a-dia das pessoas que vão comprar.

Um exemplo: vender Natura pras suas colegas de trabalho. Investimento baixo, você provavelmente consome os produtos e atende um desejo das pessoas (praticidade e comodidade).

Outro exemplo: dar um treinamento de algo que você domina pros seus colegas de trabalho.

Posts relacionados: O Guia Simples E Completo Pra Aumentar A Renda Da Sua Família e Como Fazer Renda Extra: 6 Formas De Gerar R$ 200,00 Em 7 Dias


4) Invista seu dinheiro

Agora, depois que você passou pelos três primeiros passos da sua organização financeira, está na hora de começar a investir.

Investir para fazer seu dinheiro trabalhar por você, e não apenas você por ele.

Seja investir num negócio, no mercado financeiro ou em alguma outra coisa que possa multiplicar seu dinheiro.

O importante aqui é não deixar seu dinheiro parado, e fazer ele se movimentar o mais rápido que puder com segurança.

Feito isso, basta continuar refinando esses quatro passos.

É assim que você vai conseguir manter a sua organização financeira.

Post relacionado: Como Investir Com Pouco Dinheiro: Da Teoria À Ação Em Menos De 30 Minutos


Meu processo de organização financeira

Como eu disse lá no começo, eu comecei a organizar meu dinheiro já pelo meio do caminho, poupando, e isso fez eu conseguir conquistar muitas coisas desde cedo.

Com 25 anos eu já tinha poupado mais de R$ 25.000,00 e consegui pagar parte do meu casamento e dar entrada no apartamento que comprei com minha esposa.

No entanto, como eu comecei apenas poupando, sem saber muito bem como usar meu dinheiro, eu fui durante muito tempo extremamente mão-de-vaca.

Não gastava com quase nada e deixei de aproveitar algumas coisas da minha vida, entre meus 19 e 25 anos.

Me arrependo? Não.

Mas não quero que outras pessoas passem pelo que passei, e é por isso que comecei a trabalhar com educação financeira.

Hoje em dia eu e a minha esposa seguimos exatamente os 4 passos que eu te passei aqui em cima para manter nossa organização financeira.

Semanalmente nós acompanhamos nosso dinheiro, controlamos nosso planejamento financeiro, poupamos, investimos e usamos ele com coisas que nos fazem bem.

E por termos uma vida financeira estável, quero te passar uma última dica, caso você seja casado(a).


Organização financeira para casal

Eu já tenho um post inteiro falando sobre como organizar sua vida financeira em casal, porém, quero te passar aqui abaixo o crème de la crème.

Com todos os meus clientes, quando o assunto é dinheiro, o que eu percebo que falta na maioria deles é UNIÃO.

União para juntar as contas, para traçar objetivos, para planejar o futuro, para conversar sobre a situação financeira que vivem.

O que eu vejo na maioria das vezes é uma disputa por quem ganha mais, quem paga mais conta, para quem sobra mais dinheiro…

Ou a esposa (geralmente) ficando “escrava” do marido e tendo que pedir mesada toda vez que precisa comprar alguma coisa.

Isso não é saudável para a organização financeira do casal e, pior do que isso, é muito nocivo ao relacionamento de vocês como um todo.

Por isso, a maior dica que eu posso te dar é: juntem suas carteiras e toda a vida financeira de vocês.

Isso vai fazer um bem enorme para sua família.

E não se preocupe em pensar que você vai perder sua liberdade de usar seu dinheiro…

Para resolver isso existe o Pote da Harmonia, ou o Baú da Felicidade.

Eu como Silvio Santos mostrando a importância do Baú da Felicidade para a organização financeira de casal.

Tenho um post no Insta que vai te mostrar em detalhes como ele funciona.

Clique aqui para ler ele (aproveita e já me curte lá no Insta ;P).


Conclusão

Para garantir uma boa organização financeira siga os 5 passos que comentei ao longo do post, que são:

  1. Trabalhe e fortaleça sua mentalidade financeira ou mindset financeiro;
  2. Acompanhe seu dinheiro;
  3. Controle seu dinheiro;
  4. Poupe seu dinheiro;
  5. Invista seu dinheiro.

Seguindo esse caminho é certo que você vai ter uma vida financeira muito mais equilibrada e dentro das suas expectativas.

Agora me diga, em qual passo da organização financeira você se encontra? Deixe sua resposta nos comentários aqui abaixo.

0 0 votes
Article Rating

Quer fazer sobrar parte da sua renda TODO mês?

Então clique no botão para baixar o material!

Sobre o Autor

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Que bom que você ainda está por aqui!Por conta disso, vou te oferecer um presente especial...

Quero te oferecer a possibilidade de você assistir gratuitamente a minha aula "Como Usar Menos Tempo Para Ter Mais Dinheiro No Bolso".

É a sua chance de ter mais tempo livre e mais dinheiro sobrando, que tal?

Para assistir agora, clique no botão aqui abaixo!

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x