Sobre mim

Olá!

Sabe aquele momento quando você conhece alguém ou está em uma entrevista e te falam “me conte um pouco de você” e você não sabe ao certo se vai direto ao lado profissional ou ao lado pessoal?

Pois é, fiquei com essa dúvida aqui também!

Então vou fazer uma mistura breve de quem eu sou com um pouco da minha formação para que você me conheça pelo menos um pouco, pois tenho certeza que pelos meus posts você terá uma ideia ainda melhor de quem sou de verdade.

Vamos lá!

Meu nome é Guilherme Cândido e eu sou curitibano de verdade, que fala vina, bolacha, japona, barateza, tanso, e por aí vai.

Desde a minha adolescência eu sempre tive um raciocínio lógico-matemático muito bom.

Sempre gostei de racionalizar o que me ensinavam e o que eu fazia, buscando construir caminhos replicáveis para minhas tarefas e acreditando que a lógica permitiria eu ensinar com mais facilidade algo para outra pessoa.

Esse gosto pela racionalidade me aproximou da engenharia, sendo que em 2006 eu fiz vestibular para Engenharia Florestal e passei na UFPR.

** Nesse momento vou me ater apenas em contar minha trajetória, sem me deter nos motivos que me levaram a escolher esse curso. Em alguns posts vocês entenderão o porquê.

Ora, ora, ora, uma mente lógico-matemática cursando engenharia. Era de se esperar que a racionalidade se tornasse ainda mais acentuada em minha personalidade, não é?!

Pela LÓGICA, sim!

Mas nem sempre o nosso cérebro é racional quando nos deparamos com algo que toca a nossa essência, concorda?

As oportunidades que tive e que construí durante a faculdade me levaram à outros caminhos que fizeram eu chegar onde estou hoje.

Em resumo, me formei em Engenharia Florestal pela UFPR, em 2011. Antes mesmo da minha formatura eu já estava empregado e fui trabalhar por 1 ano em Minas Gerais e na Bahia, com transporte de madeira.

Foi durante esse período que meu espírito empreendedor resolveu reacender (sim, reacender, porque já carregava essa vontade desde os 15 anos) e minha vontade de casar com a Dani (minha esposa) se tornou definitiva.

Desde então voltei para Curitiba, casei, virei sócio de uma empresa de contabilidade da minha família, na qual cuidei de toda a estruturação das áreas administrativa e financeira, abri minha própria empresa de jardinagem (olha a engenharia florestal aí) com mais 2 sócios, na qual também cuidei das áreas administrativa e financeira, me pós-graduei em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e me tornei Practitioner em PNL pelo Instituto Sócrates Vituri de Desenvolvimento Humano.

Durante todo esse tempo, direcionei cada dia mais atenção às finanças, procurando maneiras de levar o que se aplica nas empresas para a vida de qualquer pessoa.

Comecei pela minha, testando conceitos em meu dia-a-dia e percebendo o que realmente servia para qualquer pessoa e o que se restringia apenas as empresas. Foi nesse momento que percebi que o nosso comportamento financeiro está intimamente ligado com a nossa mentalidade, na forma como pensamos e enxergamos o dinheiro em nosso cotidiano.

Foi então que comecei a me aprofundar ainda mais no assunto e a buscar maneiras simples de ajudar as pessoas a sair da corrida dos ratos, como metaforicamente o livro Pai Rico, Pai Pobre aborda a questão financeira.

Com isso, posso dizer que hoje o meu propósito é o de empoderar as pessoas para que elas vivam a vida que sempre sonharam, oferecendo à elas novas perspectivas, possibilitando mudanças e ajudando-as à atingir a LIBERDADE FINANCEIRA.

Faço isso transmitindo informação de forma simples e me conectando com todos os que me envolvo, utilizando como tema central da minha abordagem o DINHEIRO, ou seja, finanças, com foco em FAMÍLIAS, principalmente aquelas recém constituídas ou que tenham filhos pequenos, de até 5 anos.

Tenho certeza que trilharemos juntos um caminho de muita prosperidade e abundância.

Agradeço por ter você ao meu lado!

Um forte abraço!